Domingo, 4 de Setembro de 2005

Quando Abri os Olhos...

Image hosted by Photobucket.com





Pode parecer estúpido eu estar a fazer este texto...mas como para mim não é...não me importa.
Critiquem-me, insultem-me, façam o que quiserem, mas nunca se metam com os meus amigos. E muito menos os magoem...
É verdade que passei por uma má fase, e ainda posso estar a passar...mas nada com ver os amigos a sorrir para tudo melhorar!!! Miriadel, SuNsHiNe, Shadow, Pedro, Mariana, Marta, Ricardo, Rui, Mário (os dois), Cristina, Vanessa e Rosário, tenho que vos agradecer muito mesmo...por tudo o que têm feito por mim, mas principalmente nestes últimos tempos :) Quero que saibam que acima de tudo adoro-vos e vocês vão estar sempre dentro do meu coração... especialmente a Miriadel, SuNsHiNe, Shadow porque sempre estiveram do meu lado quando mais precisei... e as duas primeiras especialmente, pois estiveram comigo num dia muito... mau.
Acho que não preciso de fazer textos a agradecer a amizade dos meus amigos...mas acho que não custa nada mostrar que me lembro deles por vezes...
A alguns de vocês simplesmente não tenho palavras para vos agradecer :) epah...aconteça o que acontecer sejam sempre a pessoa que cada um de vocês é...e isso é o suficiente para me meter bem, mesmo quando estou à beira do abismo. Obrigada...por nunca me fazerem desistir e obrigarem-me a continuar a ver a luz, por muito pequena que ela seja.






Queria a tua alma

Presa nas trevas,

Iria buscar toda a calma,

Para te ver a partir, juntamente com sentimentos que levas.



Sempre viria ao de cima, a verdade

Que inutilmente tentaste esconder,

Mas as peças juntaram-se e com elas veio a realidade,

De um sentimento que nunca se veio em ti desenvolver.



Abri os olhos a tempo, e não continuei cair...

Numa ilusão que tu fizeste questão de criar,

Enquanto tu estavas bem eu dor estava a sentir

Apercebendo-me um dia de que isso nunca foi amar.



Descobrindo que as tuas recordações permaneceram guardadas

Protegidas por um sentimento inicial...

As mágoas essas não voltarão a ser choradas,

Só porque tu fizeste as coisas mal.



Porque ninguém tem culpa dos erros que insistes em cometer,

Nem da culpa que te persegue e ilumina

Pobre criança em tanta confusão te estás a meter,

Num nobre destino que só o tempo tudo determina.



† Salira tSuki Crisis †

publicado por angel_of_Moon às 01:51
link do post | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Pois é, pois é...

. de volta...

. Sem sentido...

. Pois... :o

. Actualização...

. Passado Presente -.-

. Quanto Mais Cais... Mais ...

. Anjos Caídos ... (:

. Quando Abri os Olhos...

. Dá asas à Dor e deixa-a p...

.arquivos

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds