Quinta-feira, 29 de Setembro de 2005

Quanto Mais Cais... Mais Te Perdes...

Image hosted by Photobucket.com






Ora bem... lá fiquei mais uns tempos afastada dos blogs... ou por causa da escola, ou então por falta de tempo/vontade de actualizar isto...ou por problemas pessoais... mas enfim, um dia teria de actualizar não é mesmo?
Desculpem a ausência ;x
Escola está a correr bem... curto muito a minha nova turma, e parece-me que aquilo promete ;> Se isso é positivo ou negativo.. não sei... nem me perguntem :x
Claro que não é por ter mudado de escola que as pessoas que estavam presentes no meu coração deixam de estar... elas sabem que são, creio que não é preciso referir nomes -.-
Embora algumas tenham ganho uma importância no meu coração, que até à uns tempos atrás não tinham (entre elas está uma pessoa que acho que não se apercebe disso mesmo ;x)
E o dia de hoje é totalmente daqueles dias que não posso afirmar justamente o que quero -.- ... nem eu própria sei :x .... pelo menos em relação a algumas pessoas ;|
Tenho medo... de gostar de alguém e que com o tempo volte a sofrer...eu sei que se sofre sempre mas... Ando a tentar evitar essas situações, e mesmo não tendo grande sucesso nelas... Pelo menos tento.
Podem até me dizer que o tentar não é suficiente, principalmente se não consigo obter os resultados que gostaria... mas acho que só pelo facto de não desistir facilmente das coisas, já não tenho de ser julgada por acções que tenho feito e que admito que não têm sido as mais correctas...
Enfim -.-
Sou humana como qualquer, e como quase todos, e mesmo que os meus erros possam ser condenados...isso não apaga absolutamente nada do que fiz.
Vou tentar actualizar isto mais vezes, faz muito bem escrever aqui algumas coisas que me têm vindo a atormentar...


De asas cortadas

Cada vez mais afogada na escuridão,

A consequência de atitudes mal avaliadas

É a triste e fria solidão.



Lamento o teu existir amaldiçoado

Lamento que tenhas de ser assim...

Lamento que o teu negro coração acabe sempre quebrado,

Lamento que sofras sempre tanto, meu pequeno Querubim.



Mas nada pode ser eterno,

A não ser a mágoa que dou ao sofrimento...

Doce e frio como o Inferno,

Onde todos sentiremos um dia o seu tormento.



Choro lágrimas de sangue, pela inocência perdida

Por cada anjo que cai na amarga realidade

Se a cada erro a terra fosse esquecida,

Renegaria-se à mais perturbadora maldade.



† Salira tSuki Crisis †
publicado por angel_of_Moon às 01:12
link do post | favorito
De Anónimo a 2 de Outubro de 2005 às 20:44
com o início das aulas, o tempo é sempre mais curto e os blogs passam para segundo plano...portanto, não te preocupes com isso...pois aocontece com muita gente agora ;]. sabes...é duro ver as nossas asas cortadas...e é pior tê-las assim quando mais precisamos delas...por isso não devemso deixar que as cortem. 1001 beijitos.Slayra
(http://pensamentosembranco.blogs.sapo.pt)
(mailto:anakatcc@hotmail.com)


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.posts recentes

. Pois é, pois é...

. de volta...

. Sem sentido...

. Pois... :o

. Actualização...

. Passado Presente -.-

. Quanto Mais Cais... Mais ...

. Anjos Caídos ... (:

. Quando Abri os Olhos...

. Dá asas à Dor e deixa-a p...

.arquivos

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds